O Plenário da Organização das Micromonarquias Lusófonas é instância intergovernamental e deliberativa de caráter permanente. As delegações dos Estados-Membros no Plenário são compostas por até três representantes indicados pelos respectivos órgãos de relações exteriores ou de negócios estrangeiros.

Os votos no Plenário são tomados por Estado-Membro. Compete ao chefe da delegação depositar seu voto em nome do Estado que representa.